LAGOA DE MONTANHAS

LAGOA DE MONTANHAS

sábado, 16 de março de 2013

CGU DISPONIBILIZA CADASTRO PARA INFORMAÇÕES DE CONVENIOS DE SEU MUNICÍPIO


A Controladoria-Geral da União (CGU), disponibiliza um cadastro para que você possa receber, através do seu e-mail, informações referentes a convênios do Governo Federal com o seu município. Você pode ainda acompanhar as liberações de parcelas dos convênios.

Para receber estas informações basta informar o seu e-mail e confirmar o pedido. Click aqui e faça seu cadastro.

EMPRESARIO PARAIBANO MATA EX ESPOSA(E SE MATA) PRA NÃO PAGAR PENSÃO



Um crime chocou os moradores da cidade de Itambé, na divisa com o município de Pedras de Fogo (distante 42 quilômetros de João Pessoa), na Paraíba. Um homem matou a ex-mulher para não pagar a pensão alimentícia do filho de 2 anos e depois se suicidou.

De acordo com o repórter Emerson Machado, da TV Correio, a tragédia aconteceu por volta das 16h30 desta sexta-feira (15) logo após a audiência que definiu que o empresário, identificado como Leonardo Sampaio, haveria de pagar R$ 900 por mês a ex-esposa, a professora Karina César de Andrade, 38 anos.

Segundo informações dos familiares, o casal estava separado há três anos. Ao chegar na casa da ex-mulher com o dinheiro, ele sacou uma arma e disparou várias vezes. Karina foi atingida na cabeça e teve morte imediata.


Leonardo desferiu um tiro na cabeça e também morreu no local. Parentes da vítima informaram que ele era dono da Eletrofax (empresa de eletroeletrônicos no bairro da Torre, em João Pessoa).


A Gerência de Medicina e Odontologia Legal esteve no local e encaminhou os corpos para a sede do órgão, localizado no bairro do Cristo Redentor, na Capital. A Polícia Militar também esteve no local para as primeiras investigações. Agora, o caso será investigado pela Polícia Civil.
Portal Correio

RN TEM 58 SERVIDORES PARA CADA HABITANTE

O Rio Grande do Norte é o quinto Estado do Nordeste com maior percentual de habitantes no serviço público estadual. De acordo com uma pesquisa inédita do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizada em 2012, o Governo do Estado possui 55.690 funcionários ativos nas administrações direta e indireta. O número representa uma taxa de 1,72% da população potiguar que, ano passado, era estimada em 3.228.198 pessoas. Quando se analisa a relação habitante/servidor, o Estado tem um servidor público para cada grupo de 58 potiguares.
aldair dantasDe acordo com a pesquisa do IBGE, o Governo estadual tem 55.690 funcionários públicos, dos quais mais de 97 por cento são estatutáriosDe acordo com a pesquisa do IBGE, o Governo estadual tem 55.690 funcionários públicos, dos quais mais de 97 por cento são estatutários

Esse é apenas um dos resultados divulgados ontem pelo IBGE dentro da Pesquisa de Informações Básicas Estaduais (Estadic). O documento, disponível na página eletrônica do órgão, traz informações sobre as gestões estaduais a partir da coleta de dados sobre vários temas, como recursos humanos, conselhos e fundos estaduais, política de gênero, direitos humanos, segurança alimentar e nutricional e inclusão produtiva, com base nos registros e informações fornecidos pelos gestores estaduais de todos os Estados da Federação e do Distrito Federal.

Os dados foram coletados diretamente junto aos gestores estaduais. As informações, portanto, são de responsabilidade dos próprios secretários. Talvez por isso, desperte curiosidade em alguns quesitos. Não há informações com relação aos funcionários aposentados. Mas chama atenção, por exemplo, a quantidade de funcionários em cargos comissionados. Segundo os números enviados ao IBGE, o RN possui 807 funcionários comissionados na administração direta e mais 413 na administração indireta. "Precisa analisar direito esses dados. Não tive acesso ao estudo, mas é preciso uma análise mais aprofundada", disse o deputado estadual Fernando Mineiro (PT).

A reportagem tentou contato com o titular da secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos (SEARH), Antônio Alber da Nóbrega, a fim de que ele comentasse o assunto, no entanto, o celular do secretário apenas chamou.

Analisando o quantitativo populacional dos Estados, a Paraíba lidera o quadro dos Estados com mais pessoas empregadas no serviço público. Lá, são 87.694 servidores estaduais para uma população estimado em 3.815.171, ou seja, 2,29%. Na outra ponta do ranking, está o Ceará. São 65.232 servidores, o que representa 0,75% da população estimada em 8.606.005. Em números absolutos, o Estado com o maior número de funcionário públicos estaduais é o de Pernambuco com 171.168 servidores. Na sequência, vem a Bahia com 156.113 funcionários nas administrações direta e indireta.

A Estadic revelou ainda que, do quadro nacional de recursos humanos da administração direta, os servidores estatutários somavam 2,2 milhões de pessoas, 82,7% do total. A segunda maior modalidade contratual era a dos servidores sem vínculo permanente, 14,5% (378,6 mil). Os servidores somente comissionados perfaziam 2,9%; e aqueles regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e os estagiários, 0,6%. Entre as unidades da Federação que abarcavam os maiores contingentes de servidores estatutários, quatro delas se encontravam no Nordeste, com destaque para o RN ocupando a segunda posição. Pelo estudo o Ceará possui 98,1%; RN, 97,3%; Piauí, 95,9%; Alagoas, 93,8%. No Sudeste, São Paulo se destaca com com 97,6%.

Desse contingente, 53,5% tinham nível superior ou pós-graduação (1,4 milhões de servidores). Outros 31,9% tinham o nível médio (834,4 mil) e 9,1% (238,6 mil) tinham o ensino fundamental. As maiores proporções de pessoal ocupado com nível superior ou pós-graduação estavam em Santa Catarina (74,3%), São Paulo (68,4%), Goiás (63,2%), Paraná (61,0%), Maranhão (59,3%), Minas Gerais (58,7%) e Pernambuco (58,0%), enquanto Rondônia tinha o menor percentual (15,9%). 

Os estados com maiores percentuais de servidores da administração direta com nível médio foram Rondônia (80,5%) e Paraíba (54,4%), enquanto o menor percentual estava no Rio de Janeiro (19,2%). No ensino fundamental, destacaram-se Piauí (35,0%); Alagoas (21,9%); Pará (20,6%) e Acre (20,2%). Os menores percentuais dessa categoria estavam em: Rondônia (1,9%), Santa Catarina e São Paulo (ambos com 2,7%) e Rio de Janeiro (3,0%).

RN está entre os dez com plano voltado à mulher

Segundo a pesquisa, em 2012, das 27 unidades da Federação, apenas São Paulo não tinha uma secretaria ou setor responsável pela gestão da política de gênero, enquanto nove Estados tinham uma secretaria exclusiva para o tema e 10 tinham um setor subordinado a outra política. Porém, das 26 unidades da Federação que tinham órgão de gestão da política de gênero, somente 10 (AM, PA, AP, MA, RN, PE, SE, BA, MG e GO) tinham um Plano Estadual de Políticas para as Mulheres (PEPM). Entre esses estados, só MA, SE e MG não tinham comitês de acompanhamento e monitoramento do plano.

Em cinco estados, o comitê contava com a participação de outras secretarias e mais a sociedade civil, além do órgão gestor. Em 2012, só Sergipe não tinha um Conselho Estadual de Direitos das Mulheres (Cedim). A maioria dos conselhos foi criada em 2000, mas em SP, MG, PR, AL, CE, RJ, MS, DF e no RN, o Cedim já existia desde os anos 80.

Entre as estruturas de atendimento exclusivo para mulheres, 15 unidades da Federação tinham casas-abrigo para mulheres em situação de violência, mantidos exclusivamente pelo Estado. Já os centros de referência de atendimento exclusivo para mulheres estavam presentes em 13 Estados. Todas as unidades da Federação tinham delegacias de polícia especializadas no atendimento à mulher. São Paulo concentrava a maior quantidade de presídios exclusivamente femininos (17).

Pesquisa mostra deficiência na política de assistência social

A Estadic coletou dados referentes às políticas de assistência social em todo país. Em 2012, todas as 27 unidades da Federação tinham órgão para tratar de política de assistência social, mas oito Estados não ofertaram nenhum tipo de serviço novo. O RN está na lista juntamente com Tocantis, Alagoas, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Paraná e Mato Grosso. O titular da secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), Luiz Eduardo Carneiro, explicou que figurar na lista não é um problema, pelo contrário. "Isso mostra que todos os municípios do Estado têm suas políticas e não precisam de ajuda do Governo do Estado", disse.

O secretário acrescenta que, de acordo com a Lei 12.435, a assistência social passou a ser de responsabilidade dos Municípios. A lei criou o Sistema Único de Assistência Social (Suas) e, nesse processo, o Estado é responsável apenas por monitorar os trabalhos. A atuação é mais aprofundada caso o governo municipal não consiga viabilizar nenhuma ação. "Felizmente, nos 167 municípios potiguares, temos a presença dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Nossa posição é favorável", ressaltou Luiz Eduardo. De acordo com o secretário, são 220 Cras e mais 56 Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) em todo RN.

Mas a Estadic também trouxe dados preocupantes com relação à assistência social e a normatização de conselhos ou fundos estaduais voltados para atenção à minorias ou problemas de assistência básica. O RN não conta, por exemplo, com um conselho de transporte ou habitação. Outras ações, como a implantação de um plano estadual de direitos humanos, apesar da existência de recursos orçamentários, não foi efetivado. O mesmo ocorre com a lei estadual de segurança alimentar e nutricional criada desde novembro de 2011 [veja box].

Segundo o titular da Sethas, algumas normatizações são recém-criadas e não houve tempo hábil para implantação das mesmas. Em outros casos, a responsabilidade é de outras secretarias. "É o caso do conselho de minorias, gays e negros que é ligado à secretaria de Estado de Justiça e da Cidadania (Sejuc). Vamos regularizar essas questões", prometeu Luiz Eduardo.

Todos os Estados declararam acompanhar as gestões municipais de assistência social e dez Estados cofinanciavam os serviços socioassistenciais com os municípios. Apenas o Acre declarou não ter Plano Estadual de Assistência Social; 11 Estados e o Distrito Federal tinham Planos em funcionamento e 15 unidades da Federação estavam elaborando.

A pesquisa tem ainda o Suplemento de Assistência Social, com informações sobre a estrutura administrativa, legal e de execução da assistência social prevista no Suas, realizado em convênio com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). De todas as unidades da Federação, somente São Paulo não tinha um órgão ou setor específico para tratar de políticas de gênero, mas por outro lado, apenas 10 Estados declararam ter um Plano Estadual de Políticas para Mulheres. Todas as unidades da Federação têm delegacias de polícia especializadas no atendimento à mulher, porém os centros de referência de atendimento exclusivo para mulheres estão presentes em apenas 13 Estados.



sexta-feira, 15 de março de 2013

OSWALDO OLIVEIRA PEDE GUILHERME E MARCELO MORENO PARA O ATAQUE



"Estamos precisando (de reforços). Esses nomes (Guilherme e Marcelo Moreno) seriam bem vindos, assim como outros. Estamos trabalhando nesse sentido (de fazer contratações), nossa intenção é realmente reforçar a equipe", disse Oswaldo, sem falar sobre uma data específica para a chegada desses reforços.
O Botafogo deseja ter Guilherme por empréstimo e está dialogando com uma pessoa ligada ao jogador. A contratação hoje é difícil, pois o Atlético-MG não libera o jogador sem ser por uma venda, porém as conversas seguem em andamento e nesta sexta-feira deve ocorrer uma importante rodada de negociação.

Com as chegadas de Vargas, Barcos e Welliton, o centroavante perdeu espaço no Grêmio e a saída pode estar bem próxima de se concretizar.

COMO FICA A DISTRIBUIÇÃO DOS ROYALTIES


Depois de anos de debates, a lei que determina a nova divisão dos royalties do petróleo foi promulgada ontem (14) pela presidenta Dilma Rousseff. A legislação brasileira prevê que as concessionárias produtoras de petróleo no Brasil paguem uma indenização à União, aos estados e municípios, que envolve o pagamento de royalties mensais e participações especiais trimestrais, que são calculados em função do volume de petróleo produzido.
Com a nova lei, a União terá sua fatia nos royalties reduzida de 30% para 20%. Os estadosprodutores passarão de 26,25% de participação para 20% e os municípios produtores, de 26,25% para 17%, chegando a 4% em 2020. Os estados não produtores, que atualmente recebem 7%, terão 20% e a participação dos municípios não produtores vai de 1,75% para 20%. Os municípios afetados pela exploração de petróleo sofrerão cortes de 8,75% para 3%.
A lei estabelece a criação de fundos especiais que serão distribuídos a estados e municípios que não produzem petróleo. O rateio dos recursos obedecerá às mesmas regras da divisão do Fundo de Participação dos Estados e do Fundo de Participação dos Municípios.
A lei também introduziu mudanças na divisão da participação especial, que é a compensação paga pelas empresas petrolíferas nos casos de grande volume de produção ou grande rentabilidade. Pela lei atual, o governo federal fica com 50% dos recursos arrecadados com a participação especial, e, desse total, 40% são destinados ao Ministério de Minas e Energia e 10% ao Ministério do Meio Ambiente. A outra metade é dividida assim: 40% para estados produtores e 10% para municípios produtores.
A nova lei destina 42% da participação especial para a União, que deve destiná-lo ao Fundo Social. Para o estado onde ocorre a produção, são destinados 34% e, para o município, 5%. Os 19% restantes são divididos entre dois fundos especiais, um para os estados, outro para os municípios não produtores. Todos os percentuais vão aumentar até 2019.
Os estados que produzem petróleo argumentam que irão perder arrecadação com a nova distribuição. Hoje (15), os governos do Rio  de Janeiro e do Espírito Santo protocolaram no Supremo Tribunal Federal (STF) duas ações diretas de inconstitucionalidade (Adin) contra a nova lei. Eles argumentam que a legislação é uma violação ao direito adquirido e à segurança jurídica, por alterar contratos em vigor.

PRESIDENTA DILMA SUBSTITUI MINISTROS


O governo prepara para muito em breve o anúncio dos primeiros nomes escolhidos pela presidente Dilma Rousseff para a reforma ministerial.
Uma das primeiras confirmações é do deputado Antonio Andrade (PMDB-MG), que irá para o Ministério da Agricultura, em substituição ao atual titular Mendes Ribeiro (PMDB-RS).
Manoel Dias (PDT-SC) assumirá o comando do Ministério do Trabalho, em substituição a Brizola Neto (PDT-RJ). E Moreira Franco (PMDB-RJ) deixa Assuntos Estratégicos e vai comandar a pasta da Aviação Civil.
Na manhã desta sexta-feira (15) Dilma havia evitado falar sobre o tema reforma ao ser abordada por jornalistas na cerimônia em que anunciou medidas em comemoração ao Dia do Consumidor.

POLICIA PRENDE DUPLA QUE ROUBAVAM COM UM DOBLO


Um trabalho de investigação realizado por policiais civis da Delegacia Especializada na Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov) resultou na prisão de dois homens suspeitos de assaltos, na noite desta quinta-feira (14), por volta das 21hs, no bairro de Cidade da Esperança, em Natal. Leandro Antônio Caetano da Silva, de 30 anos, mais conhecido como “Boy Léo” e Ricardo Henrique Costa Brito, de 24 anos, foram presos em flagrante na Rodoviária Nova com um Fiat Doblô com placas frias, furtado no último dia 19 de fevereiro na cidade João Pessoa, estado da Paraíba.
De acordo com o delegado Frank Albuquerque, os acusados já vinham sendo investigados desde o ano passado por suspeita de praticarem vários assaltos a veículos, casas e comércios na Grande Natal. “Eles estão sendo apontados como autores de pelo menos três assaltos, mas ainda há outros que estamos investigando”, revelou.
Ainda segundo o delegado, o Doblô apreendido com a dupla possui as mesmas características do que foi usado num assalto contra um comércio em Parnamirim há cerca de 15 dias, em que foram subtraídos a quantia de R$ 350 mil. “Vamos verificar se esse foi o mesmo carro usado nesse assalto e se os acusados tem alguma participação nesse crime”, apontou o titular da Deprov.
Leandro ou “Boy Leo” já havia sido preso pela Deprov há cerca de dois meses com um carro roubado e uma pistola na cidade de Parnamirim, mas foi liberado após pagamento de fiança. O delegado Frank Albuquerque acredita que a dupla escondia o Fiat Doblô no estacionamento da rodoviária para à noite o usarem no intuito de cometer assaltos. Dentro do veículo ainda foram encontrados três talões de cheques roubados. Os dois acusados foram autuados por receptação.

ASSALTANTE MORRE APÓS TROCAR TIROS COM A POLICIA



Ao receber voz de prisão, jovem teria sacado arma e apontado para os policiais. Foto: Sergio Costa
Ao receber voz de prisão, jovem teria sacado arma e apontado para os policiais. Foto: Sergio Costa
Uma ocorrência de assalto terminou em morte, na madrugada desta quinta-feira (14), no Jardim Progresso, zona Norte de Natal. Um jovem suspeito de ter roubado uma motocicleta teria reagido à prisão, apontado arma para policiais militares e acabou sendo baleado. Ele não resistiu e morreu no Hospital Santa Catarina.
De acordo com o oficial do 4º Batalhão da Polícia Militar, tenente Mário Conte, o jovem estava acompanhado de outro ladrão e os dois abordaram um motociclista na avenida Industrial, apontando arma e obrigando a vítima a entregar o veículo. Em seguida, eles fugiram, porém, o homem que teve a moto roubada conseguiu acionar a polícia rapidamente.
Viaturas que estava próximo ao local saíram rapidamente em diligências e, com isso, os dois suspeitos foram localizados ainda nas imediações da avenida Industrial. No momento da abordagem, um dos jovens sacou um revólver calibre 38 e apontou em direção aos policiais. Antes que ele atirasse, a polícia revidou atirando.
O rapaz foi baleado três vezes e teve que ser socorrido para o Hospital Santa Catarina. Contudo, ele não resistiu aos ferimentos e morreu logo após dar entrada na unidade. Como estava sem documentos, o suspeito de assalto ainda não foi identificado, mas, de acordo com o tenente Conte, seria um adolescente. O comparsa dele conseguiu fugir.

COMA DO CANTOR DOMINGUINHOS É IRREVERSIVEL


O coma do músico Dominguinhos, hospitalizado desde dezembro de 2012, é irreversível, segundo informações do Blog Play do jornal "Diário de Pernambuco" divulgadas na madrugada desta sexta-feira (15).
De acordo com o blog, assinado pela jornalista Carolina Santos, a família já havia sido informada de que o estado de saúde do sanfoneiro era irreversível. Apenas agora, no entanto, o filho do cantor, Mauro da Silva Moraes, decidiu divulgar essa informação em respeito aos fãs.
"Quando meu pai ainda estava internado no Recife, um médico disse que ele não ia mais acordar. Não acreditei, outros médicos disseram que ele poderia sair do coma. Ele abria os olhos e ficava todo mundo esperançoso", teria dito Mauro ao site. "No mês passado, o médico dele no Sírio-Libanês falou que o coma não tinha mais volta. Eu perguntei se ele ia acordar e ele me disse que não, que o quadro do meu pai estava caminhando para um coma vegetativo".
Em fevereiro, Mauro disse em entrevista ao UOL que Dominguinhos "está em um sono profundo só dele". De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, a posição oficial sobre o estado de saúde do músico é a mesma divulgada no boletim médico do dia 14 de janeiro, transcrito abaixo.
O Sr José Domingos de Moraes (Dominguinhos), permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.
O paciente responde de forma satisfatória ao tratamento médico e apresenta melhora no padrão hemodinâmico e respiratório.
Entenda o quadro de saúde

Dominguinhos deu entrada no hospital Hospital Santa Joana, em Recife, no dia 17 de dezembro, com arritmia cardíaca e infecção respiratória. No dia 22 daquele mês, o músico precisou passar por uma cirurgia para a colocação de um marca-passo cardíaco temporário por conta da arritmia.

Neste período, o cantor foi submetido a uma traqueostomia e hemodiálise. Dominguinhos ficou sem sedação e, mesmo assim, não se comunicava com a família e médicos. No dia 8 de janeiro, ele sofreu uma parada cardíaca no hospital, que foi revertida.

A pedidos dos familiares, no dia 13 de janeiro, Dominguinhos foi transferido para o Hospital Sírio-Libanês em São Paulo. Segundo o último boletim médico divulgado no dia 14 do mesmo mês, o músico respondia de forma satisfatória ao tratamento médico e apresentava melhora no padrão hemodinâmico e respiratório.

Dominguinhos continua com o marca-passo temporário e tomando medicações para controlar a arritmia.

Câncer

Diagnosticado com câncer de pulmão há seis anos, Dominguinhos sofreu um princípio de infarto no início de 2011, quando foi internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.  Ele foi submetido a um cateterismo e a uma angioplastia. Por conta de seu estado de saúde, cancelou dois shows no final de 20

CIENTISTAS CONFIRMAM DESCOBERTA DA "PARTÍCULA DE DEUS"



AP/Cern
Colisão de prótons registrada no CMS em 2011: análise dos dados confirmou descoberta do Bóson de Higgs
A dúvida, se é que ela existia, acabou: os físicos do Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (na sigla em francês, Cern) anunciaram nesta quinta-feira (14) que após uma extensa análise de dados a partícula subatômica descoberta em julho de 2012 é realmente o Bóson de Higgs , previsto em teoria em 1964, e é considerado uma das peças fundamentais de formação do Universo. 

A partícula, conhecida popularmente como partícula de Deus, faz parte do mecanismo que dá massa a toda a matéria, e ganhou seu nome por causa de Peter Higgs , um dos físicos que postularam sua existência. 

No ano passado, os cientistas do Cern anunciaram a descoberta de uma partícula 'parecida com o Higgs', mas que não chegaram a confirmar que se tratava do Bóson com 100% de certeza. Mas hoje os físicos anunciaram em um comunicado em um congresso de Física nos Alpes italianos, após um análise cuidadosa de um ano de dados produzidos pelo Grande Colisor de Hádrons (na sigla em inglês, LHC) que sim, trata-se mesmo do Bóson. 

"Para mim está claro que estamos lidando com um bóson de Higgs, embora tenhamos ainda um caminho longo até saber que tipo de bóson ele é," disse Joe Incandela, físico que chefia uma das duas equipes do Cern que lidam com o tema, cada uma com cerca de 3.000 cientistas.
A existência do Bóson confirma a teoria de que os objetos ganham seu tamanho e forma quando seus átomos e elétrons interagem em um campo de energia que contém bósons de Higgs. Quanto mais eles atraem esse campo, maior sua massa vai ser, de acordo com a teoria.
Mas, ainda está em aberto, segundo o comunicado do Cern, se este é o bóson esperado na teoria original ou se o mais leve de vários, como está previsto em outras hipóteses que ampliam o modelo de Higgs. 

Mas, por enquanto, está estabelecido que o Bóson de Higgs existe, de alguma forma.
A confirmação coloca o Bóson de Higgs, seus teóricos e descobridores como concorrentes fortes ao Nobel de Física deste ano, mas ainda não se saberia se ele iria apenas para Peter Higgs e seus colegas proponentes da teoria, ou para os milhares de cientistas do Cern, ou se para todos eles. 
Fabiola Gianotti, porta-voz do ATLAS, e Joe Incandela, porta-voz do CMS, examinam os resultados de seus experimentos durante seminário no Cern. Foto: AP
1/13

A busca pelo Higgs motivou a construção do acelerador de partículas LHC, que custou 10 bilhões de dólares (cerca de 20 bilhões de reais), que funciona em um túnel subterrâneo de 27 quilômetros de circunferência na fronteira entre Suíça e França. Ele gera colisões de partículas subatômicas em alta energia para determinar como estas adquirem massa.
(Com informações da AP)

quinta-feira, 14 de março de 2013

MAIS UMA MORTE POR ACIDENTES COM MOTOS



Uma colisão frontal entre uma moto Cinquentinha da Traxx, de cor preta e um Celta branco de placas MYE – 0782 de Parnamirim deixou uma vítima fatal. O acidente aconteceu por volta das 8h30 desta quinta-feira (14) na BR - 226, saída para Currais Novos, próximo a Fama Casa Show, no local conhecido como curva do motel.
O carro seguia na BR no sentido Currais Novos/ Natal e o moto no sentido contrário. A vítima foi o condutor da moto identificado pelos familiares apenas como Pinto, residente em Santa Cruz.
A polícia Rodoviária Federal resguarda o local até a chegada do Instituto Técnico-Científico de Polícia – ITEP, acionado para a remoção do corpo que até as 11h20 ainda continuava no local. 
Mais Fotos



Com informações da Rádio Sta Cruz, fotos Chagas Costa

NOVO PAPA DEU APOIO A DITADURA MILITAR NA ARGENTINA



O cardeal argentino Jorge Bergoglio, escolhido nesta quarta-feira (13) para ser o sucessor de Bento 16, manteve relação próxima à ditadura militar na Argentina, e enfrentou até acusações de sequestro na última década.
Bergoglio chegou ao sacerdócio aos 32 anos, quase uma década depois de perder um pulmão por uma doença respiratória e de deixar seus estudos de química.
Mas apesar de seu ingresso tardio, em menos de quatro anos chegou a liderar a congregação jesuíta local, um cargo que exerceu de 1973 a 1979.
Sua ascensão coincidiu com um dos períodos mais obscuros da Argentina, tendo que enfrentar fortes críticas: a ditadura militar que governou o país entre 1976 e 1982.
As críticas foram feitas devido ao sequestro de dois jesuítas detidos clandestinamente pelo governo militar por fazerem trabalho social em bairros de extrema pobreza. Segundo a acusação, de 2005, Bergoglio lhes retirou a proteção de sua ordem religiosa, depois que eles se negaram a interromper as visitas a favelas. Ambos os padres sobreviveram a uma prisão de cinco meses.

O caso é relatado no livro Silêncio, do jornalista Horacio Verbitsky, também presidente da entidade privada defensora dos direitos humanos CELS. A obra se apoia em manifestações de Orlando Yorio, um dos jesuítas sequestrados, que morreu por causas naturais em 2000.
"A história o condena: o mostra como alguém contrário a todas as experiências inovadoras da Igreja e, sobretudo, na época da ditadura, o mostra muito próximo do poder militar", disse há algum tempo o sociólogo Fortunato Mallimacci, ex-decano da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade de Buenos Aires.
Julgamento
O agora papa Francisco foi denunciado em 2005 pela Justiça argentina por ter se envolvido no sequestro de dois missionários jesuítas em 23 de maio de 1976, durante a ditadura no país (1976-83).
De acordo com a denúncia feita pelo advogado e dirigente de organizações defensoras dos direitos humanos Marcelo Parrilli, o então arcebispo de Buenos Aires teria colaborado com os militares argentinos na perseguição e sequestro dos dois religiosos, Francisco Jalics e Orlando Yorio, que trabalhavam sob seu comando na Companhia de Jesus.
Segundo a acusação, Bergoglio lhes retirou a proteção de sua ordem religiosa, depois que eles se negaram a interromper visitas que faziam a favelas.
Estes dois sacerdotes supostamente teriam envolvimento com movimentos de esquerda na Argentina e, por isso, se tornaram alvos da ditadura militar do país.
Os defensores de Bergoglio dizem que não há provas contra ele e que, ao contrário, ele ajudou muitos a escapar das Forças Armadas durante os anos de chumbo.
Longe das denúncias
No Vaticano, longe da mancha da ditadura que ainda paira sobre muitos daqueles que tiveram atividade pública nesta fase da Argentina, é esperado que esse homem silencioso conduza a estrutura da Igreja com mão de ferro e com uma marcada preocupação social.
Políticos argentinos foram repetidamente alvo da retórica afiada do sacerdote, que foram acusados por ele de não combater a pobreza e se arraigarem no poder.
Em 2010, também enfrentou o governo da presidente Cristina Kirchner quando o governo apoiou uma lei para permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo.
"Não vamos ser ingênuos: não se trata de uma simples luta política; é uma tentativa de destruição do plano de Deus", escreveu Bergoglio em carta, dias antes de o projeto ser aprovado pelo Congresso.
Cardeal desde 1998, muitos dos cardeais que escolheram Bergoglio o conheciam por sua inesperada e reconhecida atuação de relator durante o Sínodo de 2001.
Filho de uma família de classe média com cinco filhos, de pai ferroviário e mãe dona de casa, pouco inclinado a aceitar convites particulares e dono de um "pensamento tático", de acordo com especialistas, agora deve apresentar suas credenciais para mais de 1 bilhão de católicos.

MIZAEL É CONDENADO A 20 ANOS DE PRISÃO



O advogado e policial militar reformado Mizael Bispo de Souza, 43 anos, foi condenado a 20 anos de prisão, em regime fechado, pela morte de sua ex-namorada e também advogada Mércia Nakashima, 28 anos, assassinada em 23 de maio de 2010. Após quatro dias de julgamento, o juiz Leandro Jorge Bittencourt Cano iniciou a leitura da sentença às 17h25 no Fórum de Guarulhos, na Grande São Paulo. A condenação foi decidida por júri popular, por um conselho de sentença formado por dois homens e cinco mulheres. Mizael sempre negou a acusação e, em plenário, disse que a investigação policial o incriminou. 
Na sentença, o magistrado destacou a "culpabilidade gravíssima" de Mizael. "Conduta altamente reprovável, uma vez que é advogado e policial militar reformado", disse. "O réu sabia ou deveria saber da ilicitude de sua conduta. (...) Demonstrou absoluta insensibilidade com a vida humana."
Para o juiz Leandro Cano, Mizael "demonstrou frieza em sua empreitada". "Não bastassem os tiros, a vítima foi jogada ainda viva numa represa", disse. "O resultado morte era mais do que esperado", afirmou o magistrado.
Ao terminar de proferir a sentença, o magistrado agradeceu a participação dos profissionais no tribunal e se emocionou. 

O PARALELO