LAGOA DE MONTANHAS

LAGOA DE MONTANHAS

domingo, 7 de setembro de 2014

RN TEM O SEGUNDO PIOR IDEB DO PAÍS

Responsáveis pelos alunos podem procurar escolas ou Cmeis para fazer matrículas no RN (Foto: Adrovando Claro) Ensinos fundamental e médio da rede pública tiveram
mau desempenho (Foto: Adrovando Claro)
A rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte teve o segundo pior Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2013/2014 do país. O resultado foi divulgado nesta sexta-feira (5) pelo Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Com uma nota de 2,7, o ensino médio das escolas do RN ficou empatado com Mato Grosso e Pará, e só ficou acima de Alagoas (2,6) no ranking nacional. A posição permaneceu a mesma do ano passado. O estado ficou 0,5 abaixo da nota projetada 2013, que apontava o RN com um índice de 3,2.

O mau desempenho se repetiu nos anos finais do ensino fundamental. A nota da rede estadual de ensino potiguar aumentou de 2,9 para 3,1, mas ficou empatada antepenúltimo lugar com a Bahia. O resultado só foi superior ao das escolas de Alagoas e Sergipe (2,7), e Pará e Paraíba, com nota 3,0. A projeção era de nota 3,4.

Nos anos iniciais do ensino fundamental o Rio Grande do Norte (3,9) só foi melhor do que Amapá (3,8) e Pará (3,6). O índice cresceu 0,2 em relação ao Ideb de 2011. A meta projetada para 2013 era 3,6.

A Secretaria Estadual de Educação (SEEC) fez ressalvas ao resultado. De acordo com a SEEC, a avaliação é amostral e só selecionou 50 das 290 escolas da rede estadual de ensino com ensino médio. A secretaria conta que as instituições, selecionadas aleatoriamente, possuíam fragilidades e que um resultado ruim já era esperado. A SEEC acrescenta que não quer justificar o mau desempenho nem criticar a pesquisa.

Rede privada
Os resultados ruins se estenderam à rede privada do Rio Grande do Norte. No ensino médio a nota de 4,8 foi a pior do país ao lado do Rio de Janeiro, Sergipe e Maranhão para uma projeção de 5,6.

Nos anos finais do ensino fundamental a nota de 5,6 deixou o RN na frente de Sergipe, Bahia, Alagoas, Rio de Janeiro, Paraíba, Maranhão, Amapá, Pará e Rondônia. O resultado melhorou mas ainda ficou abaixo da nota projetada de 5,8.

Já nos anos iniciais do ensino fundamental, as escolas privadas potiguares só ficaram a frente das instituições dos estados do Maranhão e Paraíba.

Ideb
O Ideb é um indicador geral da educação nas redes privada e pública. Foi criado em 2007 pelo Inep e leva em conta dois fatores que interferem na qualidade da educação: rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e médias de desempenho na Prova Brasil, em uma escala de 0 a 10.

Assim, para que o Ideb de uma escola ou rede cresça é preciso que o aluno aprenda, não repita o ano e frequente a sala de aula.


VEJA OS NUMEROS DA PESQUISA PARA ELEIÇÃO MAJORITARIA NO RN

INSTITUTO CERTUS OUVIU A PREFERÊNCIA PARA PRESIDENTE, GOVERNADOR E SENADO


esquisa realizada pelo BLOG BG/INSTITUTO CERTUS

PESQUISAS APONTAM CRESCIMENTO DA CANDIDATURA DE ROBINSON

As mais recentes pesquisas divulgadas no Rio Grande do Norte mostram o crescimento da campanha de Robinson Faria (PSD) ao Governo do Estado. Na pesquisa feita pelo instituto Seta e divulgada pelo portal de notícias Nominuto neste sábado (6), a diferença de pontos de Robinson para o principal adversário que antes era de 15% diminuiu para 9,2% confirmando o crescimento da campanha nas ruas. Na pergunta estimulada, o candidato Robinson tem 28,3% das intenções de votos.
Na pesquisa anterior, também da Seta e divulgada pelo Nominuto no dia 31 de Agosto, Robinson tinha 24,1% das intenções de voto e agora tem 28,3% mostrando um crescimento de 4,2% em uma semana.
O Instituto Seta ouviu 1.700 eleitores no Estado do Rio Grande do Norte entre os dias 2 e 4 de setembro. A margem de erro da pesquisa é de 3% para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no TRE com o número RN-00019/2014.
Já a pesquisa Certus registrada com o número RN-00021/2014 e divulgada pelo Blog do BG também neste sábado (6) mostra que a diferença entre o candidato do PMDB e Robinson caiu 9,96%. Na última pesquisa divulgada no dia 28 de agosto, Robinson tinha 22,71% e agora tem 28,74% que aponta um crescimento de 6,03%.
A pesquisa do Blog do BG ouviu 1470 pessoas em todas as regiões do Rio Grande do Norte. A Certus realizou as entrevistas entre os dias 29,30 e 31 de agosto e 1º de setembro. A margem de erro de 3% com confiabilidade de 95%.

domingo, 31 de agosto de 2014

INSTITUTO SETA DIVULGA LIDERANÇA DE HENRIQUE E FÁTIMA EM NOVA PESQUISA



Henrique venceria no 1º turno
O candidato Henrique Eduardo Alves (PMDB) abre vantagem de 15 pontos percentuais em relação a Robinson Faria (PSD) na corrida pelo governo, aponta a última pesquisa Seta/Nominuto divulgada neste domingo (31) com eleitores de todo o Estado.
Segundo o Instituto Seta, Henrique Alves tem 39,7% das intenções de voto, seguido por Robinson com 24,1% das preferências na estimulada. Robério Paulino (PSOL) tem 2,6%; Simone Dutra (PSTU) aparece com 1,4%; e Araken Farias (PSL) com 0,6%.

 Fátima seria Eleita senadora
 A candidata Fátima Bezerra (PT) apresenta pequena vantagem em relação a Wilma de Faria (PSB) na disputa pelo Senado, aponta a pesquisa Seta/Nominuto divulgada neste domingo (31). As duas estão numa situação de empate técnico. 
A petista tem 31,8% das intenções de voto na pergunta estimulada. A líder do PSB tem 28,3% das preferências.
Roberto Ronconi (PSL) aparece com 4,3%; a professora Ana Célia (PSTU) com 1,4%; e o professor Lailson Almeida (PSOL) com 0,9%.

Fábio Faria seria o mais votado
Fábio Faria (PSD), Felipe Maia (DEM) e Sandra Rosado (PSB) lideram a corrida por uma vaga na Câmara dos Deputados, aponta a pesquisa Seta/Nominuto divulgada neste domingo (31) com eleitores de todo o Estado.
Fábio tem 5,4% das intenções de voto, seguido por Felipe com 3,5% e Sandra com 3,5% das preferências.
Rafael Motta (PROS) tem 2,6%; Walter Alves (PMDB) aparece com 1,7%; e Zenaide Maia (PR) com 1,6%
A eleição pra deputado estadual esta indefinida
Hermano Morais (PMDB) e Larissa Rosado (PSB) são os mais citados na pesquisa Seta/Nominuto para deputado estadual divulgada neste domingo (31). O parlamentar do PMDB obteve 2,3% das intenções de voto e a pessebista ficou 2,1%.
Entre os que pontuaram, Getúlio Rêgo (DEM) registrou 1,9%; Dagô (DEM) 1,4%; George Soares (PR) apareceu com 1,4%; Vivaldo Costa (PROS) 1,4%; Galeno (PSD) 1,3%; Ricardo Motta (PROS) 1,2%; e Agnelo Alves (PDT) 1%.
Os demais não atingiram 1%

CONFIRA NOS GRAFICOS
FONTE: NOMINUTO.COM
http://www.nominuto.com/

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

DATAFOLHA MOSTRA DILMA E MARINA EMPATADAS

fonte http://g1.globo.com/politica/eleicoes/2014/noticia/2014/08/datafolha-mostra-dilma-e-marina-empatadas-com-34-aecio-tem-15.html

29/08/2014 20h26 - Atualizado em 29/08/2014 20h32

Do G1, em São Paulo
Pesquisa Datafolha sobre a corrida presidencial, divulgada nesta sexta-feira (29), indica uma situação de empate entre a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e a ex-senadora Marina Silva, candidata do PSB. Cada uma aparece com 34% das intenções de voto. A seguir, vem o senador Aécio Neves (PSDB), com 15%. Na pesquisa anterior do Datafolha, divulgada no último dia 18, Dilma tinha 36%, Marina, 21% e Aécio, 20%.
Na simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a ex-senadora alcançou 50% contra 40% da presidente. Na pesquisa anterior, Marina tinha 47% e Dilma, 43%.
 
E
No levantamento desta sexta, Pastor Everaldo (PSC) obteve 2%. Os outros sete candidatos somados têm 1%. Segundo o levantamento, os que disseram votar branco ou nulo são 7%, mesmo percentual dos que não sabem em quem votar.
Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada (em que uma cartela com a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado):
- Dilma Rousseff (PT): 34%
- Marina Silva (PSB): 34%
- Aécio Neves (PSDB): 15%
- Pastor Everaldo (PSC): 2%
- José Maria (PSTU): 0% *
- Eduardo Jorge (PV): 0% *
- Luciana Genro (PSOL): 0% *
- Rui Costa Pimenta (PCO): 0% *
- Eymael (PSDC): 0% *
- Levy Fidelix (PRTB): 0% *
- Mauro Iasi (PCB): 0% *
- Brancos/nulos/nenhum: 8%
- Não sabe: 9%
(*) Os candidatos indicados com 0% são os que não atingiram 1% das intenções de voto; somados, os sete têm 1%.
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo". O Datafolha fez 2.874 entrevistas em 178 municípios nestas quinta (28) e sexta (29). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista.
A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00438/2014.
Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao entrevistado em quem ele pretende votar, sem apresentar a lista de candidatos), os resultados são os seguintes:
- Dilma Rousseff: 27%
- Marina Silva: 22%
- Aécio Neves: 10%
- Outras respostas: 3%
- Em branco/nulo/nenhum: 3%
- Não sabe: 32%
Segundo turno
Nas simulações de segundo turno, o Datafolha avaliou os seguintes cenários:
- Marina Silva: 50%
- Dilma Rousseff: 40%
- Brancos/nulos/nenhum: 7%
- Não sabe: 3%
- Dilma Roussef: 48%
- Aécio Neves: 40%
- Brancos/nulos/nenhum: 9%
- Não sabe: 4%
O Datafolha não realizou simulação de segundo turno entre Marina e Aécio.
Rejeição
A presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome.
- Dilma Roussef: 35%
- Pastor Everaldo: 23%
- Aécio Neves: 22%
- Zé Maria: 18%
- Eymael: 17%
- Levy Fidelix: 17%
- Rui Costa Pimenta: 16%
- Luciana Genro: 15%
- Marina Silva: 15%
- Eduardo Jorge: 14%
- Mauro Iasi: 14%
Avaliação da presidente
A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma Rousseff tem a aprovação de 35% dos entrevistados – no levantamento anterior, eram 38%. O índice se refere aos entrevistados que classificaram o governo como "ótimo" ou "bom".
Os que julgam o governo "ruim" ou "péssimo" eram eram 23% e agora são 26%, segundo o Datafolha. Para 39%, o governo é "regular" – 38% no levantamento anterior.
- Ótimo/bom: 35%
- Regular: 39%
- Ruim/péssimo: 26%
- Não sabe: 1%
A nota média atribuída pelos entrevistados ao governo foi 5,9 – na pesquisa anterior, foi 6,0.
Pesquisa Datafolha presidente 29.08.2014 (Foto: Editoria de Arte / G1)

Encontrou algum erro? Fale conosco

IBOPE DIZ QUE MAIORIA DE HENRIQUE SERIA DE 250 MIL VOTOS

Pesquisa realizada entre 25 e 27 de agosto revela vantagem de 12% do candidato do PMDB contra Robinson


Henrique Alves venceria no primeiro turno se a eleição fosse hoje, com base nos números do Ibope. Foto: Wellington Rocha
Henrique Alves venceria no primeiro turno se a eleição fosse hoje, com base nos números do Ibope. Foto: Wellington Rocha
O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves(PMDB) será eleito governador do Rio Grande do Norte no primeiro turno. É o que aponta a Pesquisa Ibope realizada entre os dias 25 e 27 de agosto. Henrique lidera com 7% a mais que a soma de todos os outros concorrentes, o que define a disputa eleitoral no dia 5 de outubro. No confronto direto com o segundo lugar, Henrique está 12 pontos à frente do vice-governador Robinson Faria (PSD): 40% a 28%.
Em números absolutos, considerado o total de votantes no Estado, a maioria de Henrique sobre Robinson já ultrapassa 250 mil votos. O levantamento aponta que Simone Dutra(PSTU) e Robério Paulino(PSOL), atingem dois por cento, cada um, enquanto Araken Farias(PSL), obteve 1%. Brancos e nulos totalizaram 17% e 10% disseram que não sabem em quem irão votar ou não responderam.
Henrique é primeiro lugar em todas as pesquisas divulgadas no Rio Grande do Norte no período eleitoral. O Ibope também mostra a consolidação da expectativa de vitória do candidato do PMDB. Na opinião de 50% das pessoas, Henrique será governador, independente do voto de cada uma, enquanto o vice-governador Robinson Faria ficou 23% das indicações. Robério Paulino e Simone Dutra tiveram 1% e Araken Farias não foi citado neste quesito.
Na pesquisa espontânea, aquela em que o eleitor responde em quem vota sem apresentação da lista de candidatos, Henrique vence com 21% contra 14% do vice-governador Robinson Faria e 1% de Robério Paulino. Outros candidatos, sem menção específica (1%). Brancos e nulos foram 14% e 48% disseram não saber ou não responderam. Na pergunta com a relação dos concorrentes, a pesquisa estimulada, que ocorre depois da espontânea, Henrique bate Robinson por 40% a 28%.
O Ibope também perguntou em quem o eleitor não votaria “de jeito nenhum” para governador. Os percentuais foram os seguintes: Henrique Alves( 29%), Araken Farias(28%), Robinson Faria(26%), Simone Dutra(22%), poderia votar em todos(18%), não sabe ou não respondeu(17%).
Os principais problemas do Estado, segundo o Ibope, são a saúde pública, para 37% dos entrevistados, a segurança, para 18%, e a educação, com 16% de menções. O desemprego e a falta de abastecimento d’água receberam 6% das indicações dos entrevistados.
Na disputa para o Senado, o Ibope registrou empate técnico entre a ex-governadora Wilma de Faria(PSB) e a deputada federal Fátima Bezerra(PT). Wilma atingiu 35% contra 34% de Fátima Bezerra. Com dois pontos percentuais ficaram Ana Célia(PSTU) e Roberto Ronconi(PSL) e Lailson Bezerra(PSOL) obteve 1 por cento. Brancos e nulos somaram 17% e 9% não sabem em quem votar ou não responderam.
Na pesquisa espontânea, Wilma de Faria foi citada por 16% dos entrevistados e Fátima Bezerra por 15%. Um por cento foi o índice de quem preferiu “outros candidatos”, sem especificar. Brancos e nulos totalizaram 15% e 53% não responderam ou declararam não saber em quem votar para o Senado. A pergunta espontânea antecede à estimulada, que revelou o empate técnico(35% a 34%).
Para Presidente da República, Dilma Rousseff(PT) está na dianteira com 34%. A ex-senadora Marina Silva(PSB) chegou aos 16% e ocupa o segundo lugar. O senador Aécio Neves(PSDB) tem 6% dos votos no Rio Grande do Norte. Outros candidatos ficaram com 1%, brancos e nulos somaram 11% e 33% se dividiram entre os que não sabem ou não quiseram dizer em quem vão votar.
O Ibope avaliou ainda o desempenho da governadora Rosalba Ciarlini(DEM). Ela é reprovada por 80% da população e aprovada por 13%. Sete por cento não responderam. O nível de confiança de Rosalba também foi medido. De acordo com o Ibope, 81% não confiam na governadora, que merece a confiança de 13%. Não emitiram opinião, seis por cento dos entrevistados.
A administração de Rosalba é considerada ótima para 2% dos entrevistados, boa para 4%, regular para 22%, ruim para 14% e péssima para 55%. O índice dos que não emitiram opinião foi de 3%. A pesquisa Ibope ouviu 812 pessoas entre os dias 25 e 27 de agosto com margem de erro de 3% para mais ou para menos e nível de confiança de 95%. O levantamento, contratado pela Intertv/Cabugi, está registrado no Tribunal Regional Eleitoral(TRE), pelo protocolo RN-00016/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral(TSE) sob o número BR-00441/2014.
Lideranças políticas opinam sobre resultado da pesquisa
Joaquim Pinheiro
Repórter de Política
O resultado da última pesquisa de opinião pública para o Governo do Estado e Senado, mostrando 12 pontos percentuais de vantagem do candidato do PMDB, Henrique Eduardo sobre seu opositor, vice-governador Robinson Faria, do PSD, e um empate técnico entre a vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, do PSB, e Fátima Bezerra, do PT, foi comentado por lideranças dos sistemas políticos que apresentaram os candidatos, situacionistas e oposicionistas. A deputada Sandra Rosado, do PSB, entende que a apenas um mês da eleição o resultado é satisfatório. “Henrique Eduardo vem se mantendo na dianteira e consolidando sua vitória, enquanto Wilma de Faria, que apresenta um empate técnico com a adversária tem tudo para crescer, já que tem serviços prestados ao Rio Grande do Norte e deverá ser a futura senadora”, observa.
Sandra Rosado, que disputa a reeleição este ano, mostra-se otimista para conquistar mais um mandato de deputada federal por entender que seu trabalho está sendo reconhecido pelo povo do Rio Grande do Norte. Referindo-se ao pleito presidencial, a deputada mossoroense entende existir um sentimento de mudança no Brasil atualmente e isso pode levar Marina Silva ao sucesso eleitoral no pleito de outubro. “Marina tem impressionado o povo brasileiro pela sua inteligência e competência”, ressalta a parlamentar, considerada uma das mais atuantes do Congresso Nacional.
De acordo com o deputado petista, Fernando Mineiro, candidato à reeleição, as pesquisas estão mostrando o crescimento das candidaturas do vice-governador, Robinson Faria, do PSD, e da deputada Fátima Bezerra, do PT, para o Governo do Estado e Senado, respectivamente. “Henrique tem a mesma intenção de voto do ano passado”, constata, acrescentando: “À medida que Robinson vem sendo conhecido e considerado uma alternativa ao acordão, a campanha cresce e não será decidida por WO”, disse ele. Para o parlamentar do PT, os programas eleitorais também vão ajudar no fator conhecimento do candidato Robinson Faria.
Ao analisar o pleito presidencial, Fernando Mineiro reconhece a mudança do quadro sucessório após o acidente que vitimou Eduardo Campos, segundo ele, provocando uma superexposição de Marina Silva, o que considera natural. Ele entende que o candidato do PSDB, Aécio Neves está fora do 2º turno, que no caso será disputado por Dilma Rousseff e Marina Silva , com a acriana recebendo o apoio de Aécio Neves.

VEJA COMO FOI O DEBATE ENTRE OS OS CANDIDATOS A GOVERNADOR DO RN

O primeiro debate entre os candidatos ao governo do Rio Grande do Norte, realizado pela Band, foi marcado pelos ataques pessoais entre os candidatos Robério Paulino, Henrique Alves e Robinson Faria. Henrique teve direito a um pedido de resposta por ofensas em relação a financiamento de campanha feitas pela candidata Simone Dutra.
Henrique diz que tem uma vida toda de respeito e nenhum processo a responder. “Tenho vida limpa e digna e me orgulho da vida pública”.
O debate foi dividido em 6 blocos. No primeiro, os candidatos responderam perguntas de jornalistas convidados; no segundo, os candidatos fizeram perguntas entre si, mediante sorteio; já no terceiro bloco, as perguntas foram feitas pela Fecomércio RN. No quarto bloco, os candidatos responderam a perguntas de telespectadores de Natal e do interior do estado. No quinto bloco, os candidatos voltaram a fazer perguntas uns aos outros, mas com escolha livre. E por fim, no sexto bloco, os candidatos fizeram as considerações finais.
No primeiro bloco os jornalistas convidados fizeram perguntas sobre Segurança, Saúde, Educação, Infraestrutura e Gestão Financeira. Foi sorteado o tema, o candidato a responder e um candidato para comentar.
O clima esquentou no segundo bloco. Os candidatos ao Governo do Rio Grande do Norte perguntaram e responderam entre si, o que gerou embates diretos, inclusive entre os governadoráveis que despontam nas pesquisas de intenção de voto.
O terceiro bloco foi marcado por questionamentos da Fecomércio. O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio Grande do Norte, Marcelo Queiroz, fez perguntas aos cinco candidatos ao executivo estadual.
O quarto bloco do debate foi dedicado às perguntas feitas pelos telespectadores aos candidatos. Temas como Saúde, Segurança e Educação estavam em pauta.
O quinto bloco começou com o direito de resposta de Henrique Eduardo Alves. Ele se sentiu ofendido em relação a financiamento de campanha e disse que tem uma vida toda de respeito e nenhum processo a responder. “Tenho vida limpa e digna e me orgulho da vida pública”.
Os candidatos encerraram o debate fazendo as considerações finais. Robinson diz que se sente amadurecido para ser um bom governador. Araken Farias (PSL) disse que o seu compromisso é governar para o povo, para a população mais carente. Henrique Alves pede maturidade na política. Robério Paulino pediu que o eleitor não desistisse do sonho de um estado melhor e Simone Dutra diz que a classe que trabalha é a que deve governar.
O encontro foi mediado pelo jornalista Diógenes Dantas e retransmitido pelo portal Nominuto.com, rádio 96 FM e TV União com a parceria da Fecomércio.
O debate contou com os candidatos Araken Farias (PSL), Henrique Alves (PMDB), Robério Paulino (PSOL), Robinson Faria (PSD) e Simone Dutra (PSTU).

ASSISTA AQUI

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

RANKING POPULACIONAL DAS CIDADES DO RN



A Região Metropolitana de Natal, formada por 10 municípios, concentra 1.473.871 pessoas, segundo estimativa publicada hoje (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número corresponde a 43,2% de toda a população potiguar.
Alex Régis/Arquivo TNRegião Metropolitana de Natal tem mais de 1,4 milhão de pessoas

Sem contar com cidades-polo do estado, como Mossoró (284.288), Caicó (66.759) e Pau dos Ferros (29.696), a Região Metropolitana de Natal tem seis das dez cidades mais populosas do Rio Grande do Norte: Natal (862.044), Parnamirim (235.983), São Gonçalo do Amarante (96.759), Macaíba (76.801), Ceará-Mirim (72.374) e São José de Mipibu (42.773). Além dessas cidades, compõem a RMN Extremoz (27.107), Nísia Floresta (26.208), Monte Alegre (21.996) e Vera Cruz (11.832).
  • Na comparação com as regiões metropolitanas do Brasil, a RMN é a 16ª mais populosa. A Região Metropolitana de São Paulo é a mais populosa do Brasil, com 20.935.204 de pessoas. As regiões metropolitanas do Rio de Janeiro e Belo Horizonte têm 11.973.505 e 5.767.414, respectivamente, fechando o "pódio" das áreas mais populosas do país.

    Confira ranking da população do RN:



  • Natal 862.044
    Mossoró 284.288
    Parnamirim 235.983
    São Gonçalo do Amarante 96.759
    Macaíba 76.801
    Ceará-Mirim 72.374
    Caicó 66.759
    Açu 56.829
    Currais Novos 44.710
    São José de Mipibu 42.773
    Santa Cruz 38.538
    Nova Cruz 37.239
    Apodi 36.120
    João Câmara 34.324
    Canguaretama 33.289
    Touros 33.228
    Macau 31.037
    Pau dos Ferros 29.696
    Areia Branca 27.115
    Extremoz 27.107
    Baraúna 26.799
    Nísia Floresta 26.208
    Goianinha 24.889
    Santo Antônio 23.681
    São Miguel 23.100
    Monte Alegre 21.996
    Caraúbas 21.750
    Parelhas 21.387
    Jucurutu 18.409
    São Paulo do Potengi 17.066
    Tangará 15.354
    Lagoa Nova 15.110
    Poço Branco 14.994
    Ipanguaçu 14.983
    Pedro Velho 14.787
    Pendências 14.579
    Jardim de Piranhas 14.476
    Guamaré 14.282
    Arês 13.905
    Alexandria 13.864
    Alto do Rodrigues 13.680
    Santana do Matos 13.517
    Ielmo Marinho 13.237
    Tibau do Sul 13.017
    Governador Dix-Sept Rosado 12.992
    São José do Campestre 12.896
    Upanema 12.853
    Patu 12.635
    Jardim do Seridó 12.540
    Passa e Fica 12.424
    Brejinho 12.399
    Taipu 12.334
    Angicos 11.906
    Vera Cruz 11.832
    Maxaranguape 11.628
    Montanhas 11.608
    Acari 11.349
    Serra do Mel 11.336
    Cerro Corá 11.305
    Afonso Bezerra 11.197
    São Tomé 11.196
    Lajes 11.065
    Campo Redondo 10.974
    Umarizal 10.864
    Espírito Santo 10.739
    Rio do Fogo 10.684
    Carnaubais 10.628
    Tenente Ananias 10.558
    Grossos 10.099
    Luís Gomes 10.086
    Bom Jesus 10.040
    Januário Cicco 9.767
    Augusto Severo 9.688
    Presidente Juscelino 9.666
    São Miguel do Gostoso 9.333
    Florânia 9.250
    Pureza 9.208
    Baía Formosa 9.116
    Jaçanã 8.702
    Martins 8.661
    Marcelino Vieira 8.502
    São Rafael 8.349
    Cruzeta 8.173
    Serra Negra do Norte 8.106
    Lagoa Salgada 8.076
    Carnaúba dos Dantas 7.972
    Portalegre 7.760
    Riachuelo 7.753
    Lagoa de Pedras 7.425
    Itajá 7.397
    Antônio Martins 7.188
    Doutor Severiano 7.181
    Pedro Avelino 7.122
    Jandaíra 6.875
    Lagoa d'Anta 6.640
    Caiçara do Norte 6.568
    Serrinha 6.568
    São Vicente 6.364
    São Pedro 6.255
    São João do Sabugi 6.196
    Equador 6.070
    José da Penha 6.049
    Senador Elói de Souza 6.034
    Felipe Guerra 5.994
    Tenente Laurentino Cruz 5.928
    Serra de São Bento 5.890
    Itaú 5.850
    Porto do Mangue 5.788
    Coronel Ezequiel 5.583
    Encanto 5.554
    Várzea 5.490
    Janduís 5.436
    Japi 5.427
    Bento Fernandes 5.422
    Sítio Novo 5.384
    Santa Maria 5.259
    Parazinho 5.127
    Rafael Fernandes 5.001
    Coronel João Pessoa 4.955
    Almino Afonso 4.922
    Ouro Branco 4.866
    Lajes Pintadas 4.794
    Serrinha dos Pintos 4.775
    Rodolfo Fernandes 4.548
    São José do Seridó 4.528
    Messias Targino 4.489
    Olho-d'Água do Borges 4.380
    Riacho de Santana 4.279
    Severiano Melo 4.278
    Senador Georgino Avelino 4.269
    São Bento do Trairí 4.262
    Frutuoso Gomes 4.254
    Paraná 4.194
    São Francisco do Oeste 4.138
    Venha-Ver 4.086
    Barcelona 4.067
    Tibau 3.978
    Paraú 3.907
    Lucrécia 3.897
    Major Sales 3.856
    Jundiá 3.821
    Pilões 3.723
    Ruy Barbosa 3.683
    São Fernando 3.572
    Caiçara do Rio do Vento 3.570
    Pedra Grande 3.467
    Riacho da Cruz 3.442
    Triunfo Potiguar 3.386
    Rafael Godeiro 3.202
    Água Nova 3.183
    Vila Flor 3.086
    Passagem 3.057
    Fernando Pedroza 3.019
    São Bento do Norte 2.935
    Francisco Dantas 2.919
    Lagoa de Velhos 2.762
    João Dias 2.689
    Jardim de Angicos 2.673
    Santana do Seridó 2.661
    Pedra Preta 2.587
    Galinhos 2.516
    Taboleiro Grande 2.494
    Timbaúba dos Batistas 2.408
    Bodó 2.385
    Monte das Gameleiras 2.240
    Ipueira 2.206
    Viçosa 1.705


quarta-feira, 27 de agosto de 2014

ESTADO DO RN PAGA 91% DOS SERVIDORES SEXTA FEIRA

dinheiro carteiraAs Secretarias de Estado do Planejamento e das Finanças (Seplan) e da Administração e dos Recursos Humanos (Searh) divulgaram o calendário de pagamento dos salários dos servidores estaduais relativo ao mês de agosto, que será da seguinte forma: 
Nesta sexta-feira (29), ao meio dia, será creditado o pagamento de todos os servidores da Segurança, Saúde e Educação (inclusive UERN), bem como todos os servidores do DETRAN, IDEMA, DEI, JUCERN e IPEM, independente do valor do salário, que representam um total de 60.055 servidores;
Ainda ao meio dia da sexta-feira, recebem os servidores ativos e inativos das demais áreas que ganham até R$ 2 mil líquidos – que somam 33.409 servidores;
No dia 10 de setembro, quarta-feira, ao meio dia, serão creditados os salários dos servidores ativos e inativos que recebem acima de R$ 2 mil líquidos – 9.377 servidores no total.
93.464 servidores receberão o pagamento dentro do mês, o que equivale a 91% da folha do Estado.
Os outros 9% (9.377 servidores) receberão no dia 10 de setembro.

terça-feira, 26 de agosto de 2014

PAGAMENTO DO ESTADO SÓ COM A PARCELA DO FPE

O Governo do Estado aguarda a confirmação dos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e a consolidação da arrecadação própria para definir o calendário de pagamento dos salários de agosto aos servidores. A princípio, o início do pagamento está mantido para a próxima sexta-feira (29). A terceira e última parcela do FPE deste mês, no entanto, ocorre somente no dia 30, sábado.

O secretário estadual de Planejamento e Finanças (Seplan), Obery Rodrigues, afirma que também é necessário aguardar a consolidação da arrecadação própria, visto que as projeções vem sem frustradas de forma recorrente este ano. “Não trabalhamos com dinheiro em caixa, mas com projeções daquilo que temos para receber [repasses] e arrecadar”, afirmou, acrescentando que o pagamento será feito.

Obery Rodrigues evitou falar qual seria o custo da folha de pagamento deste mês e quanto desse total o Executivo já dispõe. O FPE é uma das principais fontes de recursos recebidos pelo Governo do Estado. No último mês de julho, as três parcelas totalizaram R$ 158,44 milhões. O montante cobriu apenas 42% das despesas com pessoal e encargos sociais pagos pelo Executivo no mês passado, que segundo o Portal da Transparência somou R$ 375,9 milhões.

Para a folha de pagamento de agosto — sem contar a terceira e última parcela do FPE que será depositada no dia 30 —, há por enquanto R$ 146.134.869,34. De acordo com Obery Rodrigues, boa parte da atual dificuldade provém do sucessivo crescimento do custo de pagamento da folha de pessoal da máquina pública estadual. “Nós estamos alertando sobre isso faz algum tempo, de que a implantação desses planos e contratações resultariam nessas dificuldades. O Estado não tinha condições de absolver tudo isso”, justificou o secretário.

Apesar de definir que os 80% restantes do décimo terceiro salário serão pagos no dia 20 de dezembro — uma segunda parcela de 20% deveria ter sido paga dia 18 deste mês —, o secretário de Planejamento e Finanças não apresenta detalhamento da fonte dos recursos para pagar, no mesmo mês a folha de dezembro e os 80% do décimo terceiro salário. “Por enquanto, calculamos com base em projeções de arrecadação e repasses recebidos”, reafirmou.

Questionado sobre as eventuais prioridades definidas pelo Executivo para reduzir despesas, Obery Rodrigues afirma que todos os secretários estão cientes da situação e “basta consultarem o Sistema Integrado de Administração Financeira (SIAF) para ver que não como ordenar novas despesas”. Em entrevista por telefone, o titular da Seplan disse não dispor no momento de onde cada uma das pastas deveria cortar despesas. “Estamos evitando ao máximo efetuar cortes na Saúde, Segurança e Educação”.

13° DO ESTADO SÓ DIA 20 DE DEZEMBRO


Os servidores estaduais terão que ter um pouco mais de paciência para receber o 13° salário. Isso porque a segunda parcela foi adiada para dezembro deste ano.
O acordo inicial do Governo do Estado era de que a primeira parcela de 20% seria paga no mês de julho, a segunda, também de 20%, seria paga neste mês e o restante de 60% em dezembro. A primeira parcela foi paga dentro do prazo.
De acordo com informações do secretário de Comunicações do Estado, Paulo Araújo, o motivo para adiar o pagamento é a situação financeira do RN. “No Relatório de Avaliação das Receitas do Tesouro Estadual foi apresentado o balanço do primeiro semestre que justifica o pagamento ter sido adiado para o final do ano, ficando os 80% para o dia 20 de dezembro”, informou.
O relatório também aponta que com a retração da indústria nacional que teve queda de 0,8% em relação ao semestre anterior e com a queda do Produto Interno Bruto (PIB) marcando apenas 0,2%, a arrecadação de impostos do Rio Grande do Norte, em especial sobre Produtos Industrializados (IPI) teve uma retração de cerca de R$ 150 milhões prejudicando as contas públicas.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

PM PRENDE CAÇADORES DE ARRIBAÇÃS NO RN

Segundo a PM, aves foram abatidas perto do Pico do Cabugi, em Lajes.
Suspeitos serão autuados por crime ambiental.

Do G1 RN
  •  
Suspeitos foram levados para a delegacia da cidade, onde responderão por crime ambiental  (Foto: Divulgação/Polícia Militar do RN)Suspeitos foram levados à delegacia e responderão por crime ambiental (Foto: Divulgação/PM do RN)
Vinte pessoas foram detidas na madrugada desta segunda-feira (25) suspeitas de estarem caçando animais de forma ilegal nas proximidades do Pico do Cabugi, no município de Lajes, região Central do Rio Grande do Norte. Segundo a Polícia Militar, foram apreendidas 2.630 arribaçãs mortas - aves silvestres de pequeno porte semelhantes a pombos. Seis pássaros foram encontrados ainda vivos.
saiba mais
Segundo o sargento Ronaldo Simplício, subcomandante do policiamento militar em Lajes, a polícia chegou ao local após uma denúncia anônima. “Quando chegamos encontramos vários veículos parados na beira da pista, o que nos chamou atenção. Fizemos buscas e encontramos o grupo. As aves abatidas estavam dentro de sacos plásticos”, acrescentou.
Os detidos, ainda de acordo com o sargento, foram levadas para a Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde serão autuadas por crime ambiental.
Ao contrário de outras aves, as arribaçãs constroem os ninhos no chão, perto uns dos outros, o que as fazem presas fáceis de predadores e caçadores. De acordo com o Ibama, quem for pego caçando arribaçãs responde por crime de caça predatória e pode pegar de seis meses a um ano de prisão, além de pagar uma multa de R$ 500 por cada ave apreendid

PEFIL DOS CANDIDATOS A GOVERNADOR DO RN




Veja o perfil de quem quer ser nosso governador
 fonte: http://www.excelencias.org.br/quemquer/
HENRIQUE ALVES
Henrique Alves
(Henrique Eduardo Lyra Alves)
Candidato a Governador PMDB RN
Número: 15
Título eleitoral: 0.016.453.716-43
CPF: 130.470.197-20
Ocupação: Advogado
Idade: 65 anos
Instrução: Superior Completo
Sua renda aumentou 74,7% entre 210e 2014.
Bens declarados

Dados pessoais. Formado em direito. É filho do ex-governador do Rio Grande do Norte Aluizio Alves, e sobrinho do ex-prefeito de Natal, Agnelo Alves e do senador Garibaldi Alves (PMDB). É ainda primo de Garibaldi Alves Filho (senador licenciado pelo PMDB e ministro da Previdência Social) e de Carlos Eduardo Alves (prefeito de Natal pelo PDT). Detém concessão de radiodifusão e é proprietário rural. Candidatou-se à prefeitura da capital potiguar em 1988 e em 1992.
Carreira política. É deputado federal na atual legislatura (2011-2015). Está em seu 11º mandato consecutivo: foi deputado federal pelo MDB (1971-1975/ 1975-1979/ 1979-1983) e pelo PMDB (1983-1987/ 1987-1991/ 1991-1995/ 1995-1999/ 1999-2003/ 2003-2007/ 2007-2011). Ocupou o cargo de secretário de Governo e de Projetos Especiais do Rio Grande do Norte (2001-2002).
Ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas
(atualizado em 18/08/2014)

TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal - Ação Civil de Improbidade Administrativa Nº 2004.34.00.040901-9 - É alvo de ação civil por improbidade administrativa / enriquecimento ilícito movida pelo Ministério Público Federal.

Robinson Faria
(Robinson Mesquita de Faria)
Candidato a Governador PSD RN
Número: 55
Título eleitoral: 0.011.947.716-19
CPF: 157.050.994-87
Ocupação: Advogado
Idade: 55 anos
Instrução: Superior Completo
Bens declarados  
Dados pessoais. Formado em direito, é dono de empresa de extração de sal marinho. Detém concessão de radiodifusão. É pai do deputado federal Fábio Faria (PSD).
Carreira política. Foi deputado estadual por cinco legislaturas, pelo PFL (1987-1991/ 1991-1995/ 1995-1999/ 1999-2003/ 2003-2007) e pelo PMN (2007-2011). Foi vice-governador do Rio Grande do Norte em 2010 pelo PMN,mas saiu do cargo em 2011. Foi ainda secretário estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (2011). 
Ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas
(atualizado em 08/08/2014)
Não parece haver ocorrências envolvendo este político.


Professor Robério Paulino
(Robério Paulino Rodrigues)
Candidato a Governador PSOL RN
Número: 50
Título eleitoral: 2.545.129.501-08
CPF: 741.409.228-34
Ocupação: Professor de Ensino Superi (...)
Idade: 57 anos
Instrução: Superior Completo
Bens declarados


Dados pessoais. Formado em economia, é professor universitário.

Ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas
(atualizado em 16/07/2014)
Não parece haver ocorrências envolvendo este político.

Araken
(Araken Barbosa de Farias Filho)
Candidato a Governador PSL RN
Número: 17
Título eleitoral: 0.191.079.316-51
CPF: 343.267.744-87
Ocupação: Advogado
Idade: 51 anos
Instrução: Superior Completo
Bens declarados

Dados pessoais. Formado em direito e administração de empresas. É dono de empresa de artigos de iluminação. Desde 2009 é o presidente estadual do PSL. É neto de Creso Bezerra de Melo (PSD-RN), ex-prefeito de Natal e ex-deputado, e bisneto de Severino Bezerra de Melo, ex-secretário de Educação.
Carreira política. Foi coordenador geral do Procon-RN (2011-2013).

Ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas
(atualizado em 31/07/2014)

TRE-RN - Processo nº 3996833.2008.620.0000 - As contas apresentadas referentes às eleições de 2008, quando concorria ao cargo de vereador de Natal, foram desaprovadas.
TRE-RN - Processo nº 662892.2010.620.0000 - Na época em que era presidente do PSL, o Comitê Financeiro Único do partido teve a prestação de contas das eleições de 2010 desaprovada. A Justiça Eleitoral determinou a suspensão de cotas do Fundo Partidário por nove meses.

Simone Dutra
(Veronica Simone Dutra Veras)
Candidata a Governadora PSTU RN
Número: 16
Título eleitoral: 0.183.879.316-43
CPF: 575.509.304-06
Ocupação: Enfermeiro
Idade: 48 anos
Instrução: Superior Completo
Bens declarados

Dados pessoais. É presidente do PSTU de Natal. Diretora do Sindsaúde-RN. Concorreu, pelo PSTU, ao cargo de vice-prefeita de Natal em 2004, de senadora em 2006, de vereadora de Natal em 2008 e de governadora em 2010.

Ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas
(atualizado em 31/07/2014)

TRE-RN - 3ª Zona Eleitoral de Natal - Processo nº 4140.2013.620.0003 - O diretório municipal do PSTU de Natal, do qual é presidente, teve reprovadas as contas referentes ao exercício de 2013.
TRE-RN - Processo nº 670249.2010.620.0000 - Teve reprovadas as contas relativas à sua candidatura ao cargo de governador nas eleições de 2010.

LUCIANA GENRO SOFRE ACIDENTE EM PORTO ALEGRE

Do G1 RS
Luciana Genro sofreu acidente de trânsito na capital gaúcha (Foto: Leonardo Prado/Agência Câmara)Luciana Genro sofreu acidente de trânsito
(Foto: Leonardo Prado/Agência Câmara)
A candidata à Presidência da República pelo PSOL, Luciana Genro, sofreu um acidente de trânsito sem gravidade nesta segunda-feira (25) em Porto Alegre. Ela está na capital gaúcha para cumprir agenda desde sexta-feira (22), segundo o assessor da campanha. No seu perfil oficial do Twitter, ela relatou o ocorrido e disse que não ficou ferida.
"Antes que a informação saia e gere preocupações: tive um pequeno acidente de carro mas não me machuquei. Estava dirigindo o carro do meu marido e outro carro passou no sinal vermelho e me bateu. Por sorte ninguém se machucou", escreveu.
saiba mais
Segundo a candidata, o motorista do outro carro estava sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH). "Estou com pena do senhor que me bateu. Ele estava sem habilitação. Poderia ter sido grave. O carro do meu marido ficou destruído na frente. Graças ao cinto de segurança não me machuquei. Tenho verdadeiro pavor do trânsito!", concluiu.
Segundo o assessor de Luciana, o acidente ocorreu na esquina das ruas Landel de Moura e Wenceslau Escobar, na Zona Sul da capital. A Empresa Pública de Transporte e Circulação não informa dados dos acidentes.

PARCELA DO 13º DO INSS JA ESTA SENDO PAGA

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) inicia nesta segunda-feira (25) o pagamento dos segurados, referente o mês de agosto. Junto com o pagamento do mês será depositada a primeira parcela do abono, de 50% do valor do décimo terceiro salário.
Esse repasse representa recursos extra de R$ 185 milhões na economia do Rio Grande do Norte, totalizando R$ 582 milhões a 449.439 beneficiários, do total de 536.870 benefícios mantidos no estado, já que nem todos têm direito a receber o abono.
No Brasil, a folha de agosto vai pagar mais de R$ 29,3 bilhões a 31.742.351 benefícios previdenciários. Neste pagamento está incluído a metade do valor do 13º dos aposentados e pensionistas do INSS que será pago entre os dias 25 de agosto e 5 de setembro.
Os depósitos começam na segunda-feira(25) para os segurados que recebem até um salário mínimo e possuem cartão com final 1, retirando-se o dígito. Os beneficiários que recebem acima do mínimo terão seus benefícios creditados, a parir do dia 1º de setembro.
Aposentados e pensionistas, em sua maioria, receberão 50% do valor do benefício. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro/2014. Neste caso, o valor será calculado proporcionalmente.
Os segurados que estão em auxílio-doença também recebem uma parcela menor que os 50%. Como esse benefício é temporário, o INSS calcula a antecipação proporcional ao período. Por exemplo, um benefício iniciado até 16 de janeiro e ainda em vigor em agosto terá o 13º terceiro salário calculado sobre oito meses.
Não recebem
Por lei, não têm direito ao 13º salário os seguintes benefícios: amparo previdenciário do trabalhador rural, renda mensal vitalícia, amparo assistencial ao idoso e ao deficiente, auxílio-suplementar por acidente de trabalho, pensão mensal vitalícia, abono de permanência em serviço, vantagem do servidor aposentado pela autarquia empregadora e salário-família.
Não haverá desconto de Imposto de Renda nesta primeira parcela. De acordo com a legislação, o Imposto de Renda sobre o 13º só é cobrado em dezembro, quando será paga a segunda parcela da gratificação natalina.
==
Fonte: INSS/RN

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

EDUARDO CAMPOS USAVA JATO (DE USINEIROS) ILEGALMENTE

BRASÍLIA — O avião Cessna PR-AFA que caiu em Santos no último dia 13, matando o candidato à Presidência Eduardo Campos e mais seis pessoas, não poderia ter sido usado na campanha do PSB, segundo duas autoridades da Justiça Eleitoral ouvidas pelo GLOBO. Até hoje, o jato está registrado na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em nome da AF Andrade, um grupo de usineiros de Ribeirão Preto.
Pela resolução 23.406 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), uma empresa só pode doar produto ou serviço relacionado a suas atividades fins. Porém, não há registro de que a AF Andrade atue como empresa de táxi aéreo. Os gastos com o avião também não foram incluídos na primeira prestação de contas do PSB ao TSE.
RESOLUÇÃO IMPÕE RESTRIÇÃO
As restrições a transações como o empréstimo do avião de uma empresa privada aos candidatos do PSB estão previstas no artigo 23 da resolução 23.406. Pelo artigo, “bens e/ou serviços estimáveis em dinheiro doados por pessoas físicas e jurídicas devem constituir produto de seu próprio serviço, de suas atividades econômicas e, no caso dos bens permanentes, deverão integrar o patrimônio do doador”. Ou seja, uma empresa que não presta serviço aéreo não pode ceder avião para campanha eleitoral.
— A resolução é simples. Um posto de gasolina só pode doar gasolina, mas não pode doar papel. Empresas e pessoas só podem doar serviços e produtos de suas próprias atividades — explica um dos especialistas que trabalharam na definição das regras eleitorais.
PSB NÃO COMENTA USO DE AVIÃO
Publicidade
A regra visa impedir “transgressão” de doações para campanhas eleitorais. O Código Aeronáutico Brasileiro também contém restrições a empréstimo de aviões não destinados a aluguel. Campos, e também Marina Silva, que era vice de sua chapa e agora é a candidata à Presidência, vinham usando o Cessna PR-AFA desde a pré-campanha.


Na quinta-feira, O GLOBO tentou falar com o coordenador financeiro da campanha do PSB, Henrique Costa. Segundo uma das assessoras de imprensa da campanha do PSB, os dirigentes do partido estavam em seguidas reuniões e não teriam como dar explicações ontem.
A AF Andrade informou, por intermédio de seu advogado, Ricardo Tepedino, que o avião que vitimou Campos era oficialmente da Cessna, e estava arrendado para a empresa de Ribeirão Preto, a compradora numa operação de leasing. Segundo Tepedino, o preço da aeronave era de US$ 8,5 milhões (R$ 19,2 milhões). Desse total, a AF Andrade pagou até agora apenas US$ 450 mil.
Antes do acidente, segundo o advogado, o avião foi negociado com os empresários pernambucanos Apolo Santana Vieira e João Carlos Lyra, que chegaram a pagar oito parcelas do leasing para a empresa norte-americana. Até a data do acidente, porém, a Cessna não havia aprovado a transferência para os novos donos. Na condição de proprietária que arrendou o avião, a Cessna precisa dar o sinal verde para o negócio, disse o advogado.
DONOS NÃO TÊM EMPRESA AÉREA
A Bandeirantes Companhia de Pneus, que pertence a Apolo Vieira, de Recife, foi a empresa que submeteu o seu nome e documentos à Cessna para assumir o leasing no lugar da AF Andrade; o negócio teria sido comunicado à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Pela legislação eleitoral, Apolo e João Lyra não poderiam emprestar o avião para o PSB. Os dois não são proprietários de empresa de táxi aéreo. O PSB, como os demais partidos, tem até 4 de novembro para prestar contas à Justiça Eleitoral.
Publicidade
A Anac confirmou ontem que recebeu os documentos da AF Andrade e também da Cessna e informou que está analisando as informações contidas nesses papéis. Os documentos, diz a Anac, também foram repassados à Polícia Federal para serem usados na investigação. “Reafirmamos que no Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) consta como proprietária da aeronave a Cessna Finance Export Corporation e como operadora e arrendatária a AF Andrade Emp. e Participações, sem qualquer solicitação de alteração nesse registro junto à agência”, diz a Anac em nota.
HÁ 50 PEDIDOS DE INDENIZAÇÃO
A Força Aérea Brasileira (FAB) está investigando as causas do acidente. A Polícia Civil de São Paulo e Polícia Federal também estão investigando o desastre. As duas polícias têm como outra tarefa identificar devidamente os verdadeiros donos do jato. A informação é importante para nortear ações e pedidos de indenização de moradores de Santos que tiveram algum tipo de prejuízo com o acidente. Pelo menos 50 pedidos de indenização já foram apresentados a polícia, segundo o “Jornal Nacional”.

PESQUISA:HENRIQUE E ROBINSON EMPATAM EM NATAL

Henrique e Robinson estão empatados em Natal, aponta pesquisa do Seta

gove 1
A corrida eleitoral para o governo segue acirrada e aberta em Natal. É o que aponta a mais nova pesquisa do Seta Instituto divulgada hoje (22) em parceria com o portal Nominuto.com. Na estimulada, Henrique Alves (PMDB) obteve 29,4% das intenções de voto na capital, seguido de perto por Robinson Faria (PSD) com 27,5%, numa clara situação de empate técnico.
Simone Dutra (PSTU) aparece em terceiro com 4,6% das preferências; Robério Paulino (PSOL) tem 3,8%; e Araken Farias (PSL) registra 2,9%. Brancos, nulos e nenhum somaram 16,6%; e não sabe ou não respondeu 15,2%.
O Seta Instituto ouviu 800 eleitores entre os dias 16 e 17 de agosto nas quatro zonas administrativas da capital. A margem de erro é de 3%, para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa Nominuto/Seta foi registrada no TRE-RN com o número 00014/2014.
Espontânea
gove 2
Na pergunta espontânea para o governo, Henrique Alves obteve 24,2% das preferências. Robinson Faria vem logo em seguida com 21,8% das intenções de voto, mantendo o empate técnico em relação ao candidato do PMDB. Simone Dutra registrou 4,2% das citações; Robério Paulino 2,9%; e Araken Farias 2,2%. Brancos, nulos e nenhum somaram 23,3%; e não sabem ou não responderam 21,4%.
Rejeição
gove 3
Henrique Alves registrou maior rejeição, com 22,2% das citações. Robinson Faria é o segundo maior rejeitado, com 19,4%. Robério Paulino é rejeitado por 12,7% dos entrevistados do Seta Instituto; Simone Dutra por 4,8%; e Araken Farias por 4,9%. Brancos, nulos e nenhum somaram 20,2%; não sabe ou não responderam 15,8%.

FATIMA BEZERRA LIDERA PESQUISA EM NATAL

Fátima Bezerra abre pequena vantagem na briga do Senado

senado 1
Por uma pequena margem na intenção de votos, a candidata Fátima Bezerra (PT) lidera a corrida pela única vaga do Senado entre os eleitores de Natal. A petista aparece com 29,1% das preferências na pesquisa estimulada do Seta Instituto. Wilma de Faria (PSB) vem logo em seguida com 25,8% das intenções de voto. As duas estão empatadas dentro da margem de erro, que é de 3% para mais ou para menos, na mais nova pesquisa Nominuto/Seta divulgada nesta sexta-feira (22).
A professora Ana Célia (PSTU) aparece em terceiro lugar com 3,9%; seguida de Roberto Ronconi (PSL) com 3,2%; e de Lailson de Almeida (PSOL) com 2,6% das citações. Brancos, nulos e nenhum somaram 18,4%; e não responderam ou não sabem 17%.
Espontânea
senado 2
Na pergunta espontânea para o Senado, Fátima Bezerra também lidera com 24,2% das citações; seguida de Wilma de Faria com 20,9%; Ana Célia com 3,4%; Roberto Ronconi com 2,8%; e o professor Lailson de Almeida com 2,1%. Brancos, nulos e nenhum somaram 26,5%; e não responderam ou não sabem 20,1%.
Rejeição
senado 3
Na briga pelo Senado, Wilma apresenta maior rejeição com 32,2% das respostas; Fátima é rejeitada por 21,3% dos entrevistados; Ronconi, por 10,4%; professora Ana Célia por 4,7%; e Lailson por 4,5% dos natalenses. Brancos, nulos e ninguém somaram 16,1%; e não responderam ou não sabem totalizaram 10,8%. O Seta Instituto ouviu 800 eleitores entre os dias 16 e 17 de agosto nas quatro zonas administrativas da capital. A margem de erro é de 3%, para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa Nominuto/Seta foi registrada no TRE-RN com o número 00014/2014.

DILMA LIDERA PESQUISA ESPONTANEA EM NATAL

Dilma lidera voto espontâneo do natalense

presidente 1
Dilma Rousseff lidera a corrida presidencial entre os eleitores de Natal, registrou a mais nova pesquisa do Nominuto/Seta divulgada nesta sexta-feira (22). A presidente, candidata à reeleição, obteve 39,9% das intenções de voto na espontânea – por causa da morte de Eduardo Campos, o instituto optou por fazer apenas a pergunta espontânea.
Aécio Neves (PSDB) foi citado por 9,5% dos eleitores; Marina Silva (PSB) por 3,8%; Pastor Everaldo (PSC) por 3,6%; Eduardo Campos (PSB) por 1,9%; Levi Fidélix (PRTB) 1,8%; Zé Maria (PSTU) por 1,5%; Luciana Genro (PSOL) por 1,4%; Eymael (PSDC) 1%; e Rui Costa Pimenta (PCO) 1%. Eduardo Jorge (PV) e Mauro Iasi (PCB) foram citados por apenas 0,8% dos entrevistados do Seta. Brancos, nulos e nenhum somaram 19,7%; e 13,3% não responderam.
Aprovação dos governantes
presidente 2

A presidente Dilma Rousseff é aprovada por 54,2% dos entrevistados. O percentual de desaprovação é de 35,3%. Segundo o Seta Instituto, 6,8% dos eleitores se mostraram indiferentes; e 3,7% não responderam. Já a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) é desaprovada por 78,9% dos entrevistados. Apenas 8,8% aprovaram o atual chefe do executivo estadual; 9,1% se mostraram indiferentes; e 3,2% não souberam ou não quiseram responder.
O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), anda bem na foto. Segundo o Seta, 64,4% dos entrevistados aprovam o pedetista; 14% desaprovam; 18,8% se mostraram indiferente; e 2,8% não souberam ou não quiseram responder. O Seta Instituto ouviu 800 eleitores entre os dias 16 e 17 de agosto nas quatro zonas administrativas da capital. A margem de erro é de 3%, para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa Nominuto/Seta foi registrada no TRE-RN com o número 00014/2014.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

JINGLE DE ROBINSON SOFRE AMEAÇA DE PROCESSO

Jingle do PSD utilizaria, sem autorização, música de compositores baianos.
O que foi pensado para fazer decolar a candidatura de Robinson Faria ao Governo do Estado pode acabar se tornando uma enorme dor-de-cabeça. O jingle do candidato do PSD, cantado por Alcimar Monteiro no primeiro programa de TV, utiliza sem autorização a música dos compositores baianos Carlos Pitta e Edmundo Caroso, “Cometa Mambembe”. Pitta não gostou nem um pouco de ver sua música ligada a uma campanha política e pretende processar o candidato.
Segundo Carlos Pitta, ele não foi consultado para que o jingle, que utiliza a mesma melodia e faz uma paródia da letra, fosse usado por campanha alguma. “Eu não aceito paródia nenhuma da minha música e muito menos paródia para campanha política. Isso é uma falta de respeito, não autorizei em nenhum momento e nem o meu parceiro autorizou absolutamente nada”, reclama.
Abrir um processo judicial por conta do uso é uma das possibilidades estudadas atualmente pelos compositores da canção. “Nós podemos abrir um processo. Nós temos advogados de direitos autorais constituídos para esse tipo de coisa. Eu sou um compositor de mais de 500 músicas gravadas no mundo todo, então eu tenho uma representatividade com o meu trabalho”, avalia Carlos Pitta.
O cantor baiano acredita que a utilização deturpou a sua obra. “Existe um elo sagrado entre mim e as minhas composições. Ninguém pode deturpar uma obra artística, você não pode deturpar um quadro de Picasso, por exemplo. É preciso ter respeito pela criação”, lamenta.
O compositor considera a utilização para campanha política uma invasão de propriedade e reitera que a obra artística não é de domínio público. “Isso é uma invasão de propriedade. É uma propriedade autoral nossa e eles não poderiam nunca fazer isso. Essa música tem compositores, tem uma editora, então tem uma representatividade. Essa música não é domínio público”, ressalta.
No primeiro programa de campanha de Robinson Faria, a música composta por Carlos Pitta e Edmundo Caroso é o pano de fundo de um clipe onde o candidato cumprimenta pessoas nas ruas. A letra original (“E tenha fé no azul que tá no frevo que o azul é a cor da alegria um cavalo mambembe sem relevo um galope de Olinda pra Bahia”) é modificada para conter o discurso do candidato (“tenha fé na força do vermelho que o vermelho é a cor da alegria e o Rio Grande do Norte unido e forte com a força de Robinson Faria”). Alcimar Monteiro, que inclusive já gravou a versão original da composição, canta o jingle.
Carlos Pitta consigera descabido da parte da campanha de Robinson utilizar uma música de sucesso como jingle sem pedir autorização dos seus compositores. Isso em tempo de internet. “Hoje em dia todo mundo sabe de tudo porque tudo é muito rápido e a rede de computadores funciona. Você sabe o que acontece no Japão, por exemplo, em questão de minutos. Então, as pessoas deveriam se preocupar mais com isso”, explica, acrescentando que dificilmente a “utilização indevida” passaria despercebida.
A composição está registrada no Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD) sob o número T-039.053.938-4. O registro foi feito em 2007 no nome de Carlos Pitta e José Edmundo Silva de Almeida (Edmundo Caroso). Pitta e Caroso irão se reunir nesta quinta-feira (21) com o seu advogado para decidir quais as medidas judiciais cabíveis.
A música
Comete Mambembe foi composta em 1983 e se transformou num sucesso com o cantor alagoano Carlos Moura, conquistando mais de 60 regravações desde então. Bandas como Araketu, Chiclete com Banana e Banda Eva, além de Luiz Caldas regravaram a canção. A música é uma mistura de frevo e arrastapé, com influência de Luiz Gonzaga e compositores pernambucanos como Capiba e Duda do Frevo.
“Essa música teve exibição no Fantástico e passou mais de cinco anos como a mais tocada do carnaval de Salvador. É talvez uma das poucas músicas compostas na Bahia que toca no carnaval de Pernambuco”, conta Carlos Pitta.
CLIQUE AQUI E OUÇA O JINGLE
Fonte: http://jornaldehoje.com.br/

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

PESQUISA INDICA QUE MARINA PODE VENCER NO 2º TURNO

Do G1, em São Paulo
Datafolha -18/08/2014 (Foto: Editoria de Arte / G1)
Pesquisa feita pelo Datafolha para o jornal "Folha de S.Paulo" divulgada na edição desta segunda-feira (18) mostra Dilma Rousseff (PT) com 36% das intenções de voto para presidente, seguida de Marina Silva (PSB), com 21%, e Aécio Neves (PSDB), com 20%.
É a primeira pesquisa que inclui um cenário em que a ex-senadora Marina Silva é o possível nome do PSB no lugar do ex-governador Eduardo Campos, que morreu na quarta-feira (13), em um acidente de avião. O PSB ainda não definiu se Marina será a candidata substituta, mas lideranças dão a escolha como certa.
No levantamento anterior do Datafolha, realizado nos dias 15 e 16 de julho e divulgado no dia 17, Dilma tinha 36%, Aécio, 20%, e Eduardo Campos, 8%.
O percentual de entrevistados que disseram não saber em quem votar ou que não responderam foi de 14% em julho e agora atingiu 9%. Brancos e nulos eram 13%; agora são 8%. O quarto colocado na pesquisa, pastor Everaldo (PSC), aparece com 3% das intenções de voto; no levantamento anterior, tinha os mesmos 3%.
A pesquisa mostra que, se a eleição fosse hoje, haveria segundo turno: Dilma teria 36% contra 46% da soma dos demais candidatos. Na pesquisa anterior, Dilma tinha 36% contra 36% dos demais, o que indicava uma incerteza sobre a necessidade de segundo turno.
O resultado da atual pesquisa mostra que, se for confirmada candidata do PSB no lugar de Campos, Marina começa a campanha em situação de empate técnico com Aécio Neves, numericamente à frente do tucano: 21% a 20%, dentro da margem de erro, de dois pontos percentuais.
Marina larga também em situação de empate técnico com Dilma na simulação de segundo turno: Marina com 47% e Dilma com 43%. O Datafolha não pesquisou um cenário entre Marina e Aécio. No cenário entre Dilma e Aécio, a petista tem 47%, e o tucano, 39%.
O levantamento foi encomendado pelo jornal “Folha de S.Paulo”. O Datafolha ouviu 2.843 eleitores em 176 municípios nos dias 14 e 15 de agosto. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso quer dizer que o instituto tem 95% de certeza de que os resultados obtidos estão dentro da margem de erro.
A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00386/2014.
Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada (em que a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado):
- Dilma Rousseff (PT): 36%
- Marina Silva (PSB): 21%
- Aécio Neves (PSDB): 20%
- Pastor Everaldo (PSC): 3%
- José Maria (PSTU): 1%
- Eduardo Jorge (PV): 1%
- Luciana Genro (PSOL): 0%
- Rui Costa Pimenta (PCO): 0%
- Eymael (PSDC): 0%
- Levy Fidelix (PRTB): 0%
- Mauro Iasi (PCB): 0%
- Brancos/nulos/nenhum: 8%
- Não sabe: 9%
Segundo turno
Nas simulações de segundo turno, o Datafolha avaliou os seguintes cenários:
- Marina Silva: 47%
- Dilma Rousseff: 43%
- Dilma Rousseff: 47%
- Aécio Neves: 39%
O Datafolha não realizou a simulação de uma disputa entre Aécio Neves e Marina Silva.
Rejeição
A presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Confira abaixo:
- Dilma Roussef: 34%
- Aécio Neves: 18%
- Pastor Everaldo: 17%
- Zé Maria: 16%
- Eymael e Levy Fidelix e Rui Costa: 13%
- Marina Silva, Luciana Genro e Mauro Iasi: 11%
- Eduardo Jorge: 10%
Avaliação da presidente
A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma tem a aprovação de 38% dos eleitores – no levantamento anterior, divulgado em 17 de julho, o índice era de 32%. O percentual de aprovação considera os entrevistados que avaliaram o governo como "bom" ou "ótimo". A pesquisa mostra ainda que o índice dos que desaprovam a gestão, ou seja, consideraram o governo "ruim" ou "péssimo", foi de 23% (era 29%). Dos ouvidos, 38% consideram o governo como "regular" (mesmo percentual anterior).
O resultado da pesquisa de avaliação do governo Dilma foi o seguinte:
- Ótimo/bom: 38%
- Regular: 38%
- Ruim/péssimo: 23%